divulgação defesaPrelecionista: Paulo Henrique Dionizio Luiz Data: 29/10/2021, às 14h, pelo ZOOM*. Orientador: Leandro Grassi de Freitas

Os fitonematoides são responsáveis por grandes perdas de produtividade nas mais diversas culturas agrícolas e na soja, principalmente nas VARIEDADES cultivadas no Cerrado, em solo arenoso e em regime de altas temperaturas, essas perdas são muito significativas. No Brasil a espécie Meloidogyne javanica é uma das que mais ocorre, demandando medidas de controle eficazes e que causem baixo impacto ambiental. O objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade do fungo Trichoderma afroharzianum reduzir populações desse nematoide das galhas e testar a sua compatibilidade com defensivos agrícolas usuais no tratamento de sementes de soja. O experimento de controle biológico de M. javanica por T. afroharzianum foi realizado duas vezes em temperaturas entre 26 º e 30 ºC. Um teste de compatibilidade de T. afroharzianum com defensivos agrícolas foi feito in vitro, em placas de Petri de 9 cm de diâmetro, com oito produtos. Um teste de compatibilidade foi realizado em casa de vegetação e teve o tratamento de sementes com os produtos químicos na dosagem recomendada para 100 Kg de sementes com posterior adição de T. afroharzianum em concentração calibrada para o volume de 2 litros de solo. T. afroharziamum reduziu a população de nematoides nos dois experimentos de biocontrole, com o controle variando de 45,2 % a 50,12 % no número de ovos por grama de raiz e de 41 % a 49,5 % no número de galhas por grama de raiz. No teste in vitro alguns defensivos agrícolas inibiram o crescimento do fungo, sendo que os princípios ativos Carbendazim + Thiram e Metalaxil + Fludioxonil + Tiabendazol causaram as maiores inibições de crescimento. No experimento em casa de vegetação de compatibilidade de T. afroharzianum com defensivos no tratamento de sementes o fungo reduziu a população do nematoide e alguns produtos que in vitro haviam inibido crescimento, não interferiram no controle biológico de M. javanica. Ao avaliar a quantidade de unidades formadoras de colônia de Trichoderma afroharzianum após 45 dias após semeadura, verificamos que o princípio ativo Captana aumentou duas o número de UFC/ grama de raiz em relação ao número inicial de conídios aplicados e não se diferiu do tratamento controle. Nos princípios ativos Difeconazole e Piraclostrobina+ Tiofanato Metílico + Fipronil, a recuperação de UFC foi metade da quantidade inicial, que era de 1 x 104 UFC. g-1 solo. O isolado T10 de T. afroharzianum reduziu a população de M. javanica nos dois experimentos e apresentou compatibilidade com os princípios ativos: Abamectina, imidacloprido + tiodicarbe, tiametoxam e captana.

*Interessados contatar paulo.dionizio@ufv.br para solicitar o link.