Infográfico para divulgação

Prelecionista: Ms. Iris Carolina H. L. Leite. Data: 18/05/2021, às 16:00 horas pelo ZOOM*. Orientador: Lucas M. Abreu

Trichoderma é um gênero de fungos filamentosos amplamente distribuído, com espécies micoparasitas comumente encontradas no solo e utilizadas no controle biológico de doenças de plantas. A capacidade Trichoderma spp. em parasitar fungos taxonomicamente relacionados, além de basidiomicetos formadores de basidiocarpos macroscópicos, e se alimentar da biomassa fúngica, característica conhecida como micotrofia, provavelmente permitiu que estes fungos evoluíssem para decompositores de biomassa vegetal e, posteriormente, colonizadores de matéria orgânica no solo, via transferência horizontal de genes. A agressiva colonização de diferentes substratos naturais permitiu que certas espécies mais adaptadas expandissem seus nichos ecológicos para os mais diversos biomas e regiões do planeta. Tais espécies, classificadas por certos autores como oportunistas ambientais são, coincidentemente, as fontes mais comuns de agentes de biocontrole de doenças de plantas. Uma característica mais recentemente vislumbrada em espécies de Trichoderma é a habilidade de interagir de forma biotrófica com plantas, como endossimbiontes de raiz e parte aérea. Esse tipo de interação envolve adaptações de características utilizadas tanto no micoparasitismo quanto na decomposição de matéria orgânica. O processo inicial de colonização dos tecidos vegetais é semelhante ao empregado por  patógenos e envolve a  supressão local das respostas de defesa da planta, seguida de modificações metabólicas e estruturais que  garantem e, ao mesmo tempo restringem, a  colonização da endosfera. A colonização das raízes por determinadas espécies de Trichoderma resulta em efeitos de indução de resistência, promoção de crescimento, e maior tolerância a estresses abióticos. O estudo dos mecanismos da interação Trichoderma-planta tornou-se uma das principais linhas de investigação da pesquisa em biocontrole na atualidade, não mais focada apenas no antagonismo direto a fitopatógenos. Neste seminário, serão abordados os processos evolutivos que permitiram o sucesso e a versatilidade dos diferentes estilos de vida do gênero Trichoderma, bem como os mecanismos que contribuem para sua ampla utilização no controle biológico.

*Interessados contatar pos.fitopatologia@ufv.br para solicitar o link do Zoom.