Disciplinas

This page in English

Das disciplinas oferecidas pelo Programa, 04 (quatro) são obrigatórias para o nível de mestrado e/ou doutorado: Fitomicologia, Fitovirologia, Fitonematóides e Bactérias Fitopatogências. O mínimo de créditos a serem cursados são 24 para mestrado e doutorado. Clique no nome da disciplina abaixo para maiores informações sobre professor responsável, número de créditos, período oferecido, etc.

Clique para visualizar o arquivo em pdf: HORÁRIO de Aulas_2017-2

A epidemiologia e sua importância para a fitopatologia. Efeito do ambiente em epidemias. Quantificação da intensidade de doenças. Progresso de doenças. Disseminação de doenças. Aplicação de princípios epidemiológicos no manejo de doenças. Epidemiologia e manejo integrado de doenças.

Professor(es): Emerson Medeiros Del Ponte
Créditos: 4
Período:  II
Pré-requisito: Não há

Introdução à literatura relevante à diagnose de plantas; estudo clínico de doenças. Importância da diagnose e testes de patogenicidade. Fatores que predispõem as plantas às doenças. Sintomas e sinais de doenças das principais plantas cultivadas. Métodos de coleta, herbarização de material e preparo de amostras para envio a laboratório; preparo da ficha de diagnose. Planejamento de um laboratório de diagnose; materiais permanentes e de consumo. Metodologias básicas e da biotecnologia para identificação de fungos, bactérias, vírus, nematoides, bactérias fastidiosas. Doenças de origem abiótica ou não infecciosas. Sintomas de anomalias em plantas causadas por impedimentos físicos do solo – compactação, camada adensada, densidade do solo, porosidade, água no solo. Sintomas de deficiência e função dos elementos minerais. Interpretação de análise de solo e de tecidos e cálculo da necessidade de nutrientes. Sintomas e modo de ataque de insetos, ácaros, tripes.

Professor(es): Laércio Zambolim
Créditos: 6
Período: I
Pré-requisito: Não há

História da patologia florestal. Etiologia de doenças florestais. Sintomatologia de doenças florestais. Epidemiologia de doenças florestais. Princípios fundamentais de controle aplicados a doenças florestais. Mecanismos de defesa de árvores ao nível de casca e lenho contra agentes bióticos e abióticos. Problemas da arborização urbana. Clonagem como ferramenta no controle e no melhoramento para resistência a doenças de eucalipto. Melhoramento genético para resistência a doenças de eucalipto. Micorrizas.

Professor(es): Acelino Couto Alfenas
Créditos: 6
Período: I
Pré-requisito: Não há

Conceitos básicos de estatística. Metodologia Científica. Escolha de delineamentos e análise de variância de experimentos conduzidos em condições de laboratórios, casa de vegetação e campo, em diferentes áreas na Fitopatologia. Análise de regressão e correlação aplicada à Fitopatologia. Análise multivariada. Aplicações de programas de computador em análises estatísticas.

Professor(es): Emerson Medeiros Del Ponte
Créditos: 4
Período: I
Pré-requisito: Não há

Pesquisa e organização da informação bibliográfica. Redação científica. Equipamentos e métodos de esterilização. Segurança em laboratório de Fitopatologia. Nutrição de fungos e meios de cultura. Isolamento e armazenamento de fitopatógenos. Inoculações de fitopatógenos. Quantificação de doenças. Eletroforese de proteínas e ácidos nucléicos. Microscopia de luz. Microscopia eletrônica de transmissão e varredura. Microscopia confocal. Fotografia técnica e fotomicrografia.

Professor(es): Gleiber Quintão Furtado, Claudine Márcia Carvalho, Emerson Medeiros Del Ponte e Fabrício de Ávila Rodrigues
Créditos: 5
Período: I
Pré-requisito: Não há

Evolução, sistemática e classificação de fungos. Genética de fungos. Fisiologia de fungos. Fungos do Reino Protista. Fungos do Reino Chromista / Straminipila. Fungos do Reino Fungi. Controle de doenças fúngicas.

Professor(es): Robert Weingart Barreto
Créditos: 6
Período: I
Pré-requisito: Não há

Conceitos de fungos endofíticos. Fungos endofíticos foliares, caulinares e radiculares. Principais grupos taxonômicos de Ascomycetes e Basidiomycetes endofíticos. Métodos de isolamento e esporulação de fungos endofíticos. Aplicações agrícolas.

Professor(es): Olinto Liparini Pereira
Créditos: 4
Período: II
Pré-requisito: Não há

Histórico e importância. Características morfológicas e biológicas dos nematóides. Relações ecológicas. Relações patogênicas. Interação de nematóides com outros patógenos. Considerações básicas para o controle de nematóides. Prevenção da disseminação. Redução da população de nematóides através de manejo do solo e práticas culturais. Controle  de uso do calor. Controle biológico de nematóides. Controle por produtos químicos. Uso de variedades resistentes.

Professor(es): Leandro Grassi de Freitas
Créditos: 4
Período: II
Pré-requisito: Não há

Histórico e importância da virologia vegetal. Sintomas induzidos pelos vírus de plantas no hospedeiro. Morfologia e estrutura. Estratégias de replicação viral. Movimento célula-a-célula e a longa distância. Agentes infecciosos sub-virais. Transmissão natural. Controle de viroses vegetais.

Professor(es): Francisco Murilo Zerbini Júnior
Créditos: 4
Período: I
Pré-requisito: Não há

Histórico e importância econômica. Anatomia e morfologia da célula bacteriana: fisiologia, metabolismo e crescimento de bactérias e principais processos de recombinação. Taxonomia de fitobactérias. Sintomatologia. Penetração, colonização, movimentação e multiplicação no caso de infecções de plantas por bactérias e aspectos histopatológicos do processo de colonização. Patologia de sementes em bacteriologia de plantas. Sobrevivência e disseminação de fitobactérias: ciclo de vida e suas implicações na disseminação e sobrevivência. Métodos de controle de bacterioses de plantas.

Professor(es): Jorge Luis Badel Pacheco
Créditos: 4
Período: II
Pré-requisito: Não há

Introdução. Princípios envolvidos no controle das doenças. Controle químico, controle biológico, controle cultural e controle por legislação. Sistema de previsão de doenças. Resistência de fungos a fungicidas. Mecanismo de ação de fungicidas. Tratamento de sementes. Segurança no manuseio e na aplicação dos produtos fitossanitários. Transformação de plantas visando resistência a doenças. Tratamento pós-colheita. Resistência de plantas a doenças. Resistência sistêmica adquirida. Filosofia de manejo integrado de doenças.

Professor(es): Laércio Zambolim
Créditos: 6
Período: II
Pré-requisito: Não há

Controle biológico de enfermidades de plantas. Antibiose microbiana. Controle biológico pela indução de resistência em plantas a patógenos. Estratégias para a seleção de agentes microbianos de biocontrole. Aplicação comercial de agentes de ciocontrole para reduzir enfermidades de plantas.

Professor(es): Lucas Magalhães de Abreu
Créditos: 4
Período: I
Pré-requisito: Não há

Concepts of population biology. Selection and variability in populations. Mutation and variability in populations. Migration and variability in populations. Genetic drift and variability in populations. Recombination and variability in populations. Useful tools and resources to study population biology.

Professor(es): Eduardo Seiti Gomide Mizubuti
Créditos: 5
Período: I
Pré-requisito: Não há
Observação: A disciplina é oferecida em inglês

A importância do estudo da interação patógeno-hospedeiro na Fitopatologia. A célula vegetal. Os eventos da patogênese. Enzimas. Toxinas. Alterações fisiológicas na planta durante o processo infeccioso. Mecanismos de resistência. Indução de resistência.

Professor(es): Fabrício de Ávila Rodrigues
Créditos: 4
Período: I
Pré-requisito: Não há

Estrutura e função de macromoléculas. Replicação de ácidos nucleicos e síntese de proteínas. Técnicas de DNA recombinante. Noções básicas de bioinformática. Diagnose de fitopatógenos utilizando técnicas moleculares. Marcadores moleculares. Transformação de plantas visando resistência a fitopatógenos. Genômica de fitopatógenos.

Professor(es): Francisco Murilo Zerbini Júnior
Créditos: 4
Período: II
Pré-requisito: FIP 608 ou com consentimento do coordenador da disciplina

Aspectos gerais de replicação viral. Vírus com genoma de ssRNA positivo (I, II, III, IV, V). Vírus com genoma de ssRNA negativo. Vírus com genoma ssDNA, Vírus que replicam por meio de transcrição reversa. Movimento célula-a-célula e sistêmico de vírus de plantas. Resistência derivada do patógeno. Taxonomia e evolução de vírus de plantas.

Professor(es): Francisco Murilo Zerbini Júnior
Créditos: 3
Período: II
Pré-requisito: FIP 630

Importância e diversidade de organismos procariotos. O conceito de espécie para organismos procariotos. Taxonomia e nomenclatura de bactérias fitopatogênicas. Identificação de bactérias fitopatogênicas: técnicas clássicas e moleculares. Patogenicidade de bactérias fitopatogênicas.

Professor(es): Jorge Luis Badel Pacheco
Créditos: 3
Período: I
Pré-requisito: FIP 640

Variabilidade em microrganismos fitopatogênicos. Mecanismos de variação em fungos e bactérias. Genética de fungos fitopatogênicos. Especialização fisiológica. Conceito de raças, estirpes e biótipos. Interação genética entre patógeno e hospedeiros: teoria de gene-a-gene. Marcadores moleculares na genética de fitopatógenos e plantas resistentes a doenças: Fflp, isoenzimas, aloenzimas. Resistência vertical e horizontal. Conceito de multilinha. Herança de fatores de resistência. Natureza da resistência: morfológica, fisiológica e bioquímica. Fitoalexinas e fitotoxina.

Professor(es): Sérgio Hermínio Brommonshenkel
Créditos: 4
Período: II
Pré-requisito: Nenhum

Histórico da Microscopia Eletrônica. Princípio de funcionamento do microscópio eletrônico de varredura e de transmissão. Ultramicrotomia. Microscopia eletrônica de transmissão. Microscopia eletrônica de varredura. Fotodocumentação.

Professor(es): Fabrício de Ávila Rodrigues
Créditos: 6
Período: II
Pré-requisito: Não há

Esta disciplina visa fornecer aos estudantes de pós-graduação em Fitopatologia experiência de ensino, planejamento, preparação e lecionamento de aulas práticas de disciplinas de graduação, sob a supervisão e acompanhamento do professor. O estágio pode incluir a condução de sessões de discussões, auxílio no preparo de aula, lecionamento de determinados temas em aulas práticas e atividades de tutoramento.

Professor(es): Eduardo Seiti Gomide Mizubuti
Créditos: 2
Período: I e II
Pré-requisito: Estudantes de doutorado que tenham cursado os créditos em disciplinas

Esta disciplina visa fornecer aos estudantes de pós-graduação em Fitopatologia experiência de ensino, planejamento, preparação e lecionamento de aulas práticas de disciplinas de graduação, sob a supervisão e acompanhamento do professor. O estágio pode incluir a condução de sessões de discussões, auxílio no preparo de aula, lecionamento de determinados temas em aulas práticas e atividades de tutoramento.

Professor(es): Eduardo Seiti Gomide Mizubuti
Créditos: 4
Período: I e II
Pré-requisito: Estudantes de doutorado que tenham cursado os créditos em disciplinas

Visa oferecer ao aluno oportunidade de estudar temas de seu interesse relacionados com a área específica de pesquisa e julgado de importância para a sua formação.
Créditos: 1
Período: I e II

Visa oferecer ao aluno oportunidade de estudar temas de seu interesse relacionados com a área específica de pesquisa e julgado de importância para a sua formação.
Créditos: 2
Período: I e II

Visa oferecer ao aluno oportunidade de estudar temas de seu interesse relacionados com a área específica de pesquisa e julgado de importância para a sua formação.
Créditos: 3
Período: I e II

Apresentação de seminários de tema livre e de defesa de dissertação ou tese e também de convidados do Programa.

Professor(es): Eduardo Seiti Gomide Mizubuti
Créditos: mestrado: 1 e doutorado: 2
Período: I e II
Pré-requisito: Não há

Pesquisa referente a dissertação ou tese dos estudantes do Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia.

Professor(es): Emerson Medeiros Del Ponte
Créditos: 0
Período: I e II
Pré-requisito: Não há